As 1.034 análises realizadas nos laboratórios dos Açores nas últimas 24 horas permitiram diagnosticar 26 novos casos de covid-19, anunciou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

De acordo com o boletim diário da Autoridade de Saúde Regional, 23 casos registaram-se em São Miguel e três na Terceira, tendo sido identificadas duas novas cadeias de transmissão em São Miguel – uma no concelho de Ponta Delgada, com um elemento, e outra no concelho da Ribeira Grande, com três elementos -e uma na Terceira.

Foi na ilha Terceira que foi registado o óbito, na segunda-feira, no Hospital de Santo Espírito de Angra do Heroísmo, de um homem com 72 anos. Apesar de o óbito vir incluído no boletim de hoje, foi divulgado já à comunicação social na segunda-feira à noite.

Segundo a informação de hoje, recuperaram 49 pessoas do vírus, estando internadas 17, e há 49 cadeias ativas e 76 extintas.

Existem presentemente 296 casos positivos ativos na região, sendo 253 em São Miguel, 34 na Terceira, um no Pico, um em São Jorge e sete no Faial.

Foram detetados até hoje 1.858 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 no arquipélago, verificando-se 22 óbitos e 1.449 recuperações.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.765.049 mortos resultantes de mais de 80,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 6.677 pessoas dos 396.666 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Os Açores vão receber o primeiro lote de vacinas contra a covid-19 na quarta-feira à noite, iniciando a vacinação na quinta-feira, nas ilhas Terceira e São Miguel, revelou o Governo Regional.

“São 9.750 doses, fornecidas diretamente pela Pfizer-BioNTtech, que começam a ser administradas logo no dia 31, nas ilhas Terceira e São Miguel, por serem aquelas que revelam transmissão comunitária. Este número de doses corresponde a 2% do total de cada fornecimento ao território nacional”, avançou a Secretaria Regional da Saúde e Desporto dos Açores, numa nota de imprensa.

Lusa/Rádio Faial | Foto: Direitos Reservados