A Câmara Municipal da Horta deu início, esta segunda-feira, às atividades do novo centro de competências digitais, com sessões dirigidas aos alunos da Escola Básica António José de Ávila.

Para o Presidente da Câmara Municipal da Horta, que intervinha na VI Conferência Ibérica de Inovação na Educação com TIC, que decorreu na passada sexta-feira, no Teatro Faialense, trata-se de uma medida que visa “não só a obtenção de conhecimento, também ao longo da vida, mas também a inclusão social através da criação de ações que visam a igualdade de oportunidades”.

Por essa razão, e por se tratar de um projeto intergeracional, o Centro de Competências digital móvel vai disponibilizar, a mesma oferta, a partir do terceiro período às restantes escolas do 1.º ciclo de toda a ilha bem como, a partir do segundo semestre deste ano, integrará a oferta de atividades disponibilizadas aos idosos dos centros de convívio de toda a ilha e às instituições com portadores de deficiência a seu cargo.

“Queremos que os nossos idosos e portadores de deficiência possam aprender as questões mais básicas, na área das tecnologias da informação e da comunicação, evitando, assim, que se sintam infoexcluídos numa era que é marcadamente a era da informação”, garantiu José Leonardo Silva, alertando, por outro lado, que “é necessário evitar que as TIC sejam responsáveis pelo isolamento ou pela solidão e pelo fim das relações humanas”.

O autarca recordou, igualmente, “que nunca foi tão importante discutir o papel das TIC e o nosso próprio papel perante a urgência da comunicação como agora”, numa altura em que “o conhecimento se tornou a chave para o sucesso e para a democratização das nossas sociedades”.

Estas preocupações levam o Município a colocar novamente de pé, este ano, durante a interrupção letiva da Páscoa, oficinas e atividades ligadas às áreas da inovação e da robótica, integradas na HLP Tech Fest, que é, atualmente, a maior dos Açores e uma das maiores de Portugal, responsável por trazer à nossa ilha conceituados programas e canais de tecnologia e influenciadores.

A VI Conferência Ibérica de Inovação na Educação com TIC é uma iniciativa que alia estabelecimentos de ensino superior portugueses e espanhóis, entre as quais a Universidade Aberta, que teve o acolhimento, na Horta, da Universidade Sénior e onde esteve em discussão as TIC e a aprendizagem ao longo da vida.

CMH/Rádio Faial | Foto: CMH