O próximo lote de vacinas contra a covid-19 para os Açores deverá chegar na primeira semana de fevereiro, altura em que a vacinação será alargada às ilhas onde ainda não foi iniciada, revelou hoje o Governo Regional.

“A informação que temos é que chegarão novas vacinas na primeira semana de fevereiro e essas sim já serão distribuídas pelas outras ilhas, de acordo com os critérios identificados pelo Governo Regional e que constam do Plano Regional de Vacinação”, adiantou o secretário regional da Saúde, Clélio Meneses, numa conferência de imprensa em Angra do Heroísmo.

A vacinação contra a covid-19 nos Açores arrancou, no dia 31 de dezembro de 2020, nos lares de idosos das ilhas Terceira e São Miguel, as duas em que foi detetada transmissão comunitária no arquipélago.

“As vacinas chegaram aos Açores na noite de 30 de dezembro, no dia 31 já estavam a ser transportadas para Ponta Delgada e pelas 10:00 estava iniciado o processo de vacinação na ilha de São Miguel e na ilha Terceira, com a vacinação dos utentes dos lares e respetivos profissionais”, sublinhou Clélio Meneses.

O processo foi alargado, entretanto, também a profissionais do Serviço Regional de Saúde e, segundo o governante, “esta semana ficam vacinados mais de 5.000 açorianos”.

O secretário regional da Saúde ressalvou, no entanto, que a evolução do processo de vacinação está dependente dos fornecedores.

“Pela informação que temos, o novo lote chegará, em princípio, na primeira semana de fevereiro. Estes números e estas datas são sempre relativos, porque não dependem de nós. O que depende de nós é, depois de chegar à região, a forma como é administrada a vacina nos Açores e aos açorianos”, sublinhou.

Os Açores têm atualmente 564 casos positivos ativos de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, dos quais 519 na ilha de São Miguel, 39 na ilha Terceira, três na ilha das Flores e três na ilha do Faial.

Desde o início do surto foram detetados 2.346 casos, tendo-se registado 22 óbitos e 1.666 recuperações.

O executivo açoriano anunciou hoje a implementação de medidas restritivas, durante o novo estado de emergência, apenas na ilha de São Miguel, como a limitação de ajuntamentos na via pública a mais de quatro pessoas, o encerramento de cafés e restaurantes às 15:00 e a implementação do ensino à distância para todos os estabelecimentos de ensino.

Haverá ainda proibição de circulação entre as 23:00 e as 05:00 nos dias de semana e a partir das 15:00 ao fim de semana, o encerramento do comércio local e centros comerciais às 20:00, e a obrigatoriedade de teletrabalho, sempre que as funções e a atividade o permitam para pessoas com mais de 60 anos ou que tenham determinadas patologias.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.884.187 mortos resultantes de mais de 87,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 7.472 pessoas dos 466.533 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lusa/Rádio Faial | Foto: JEdegardo Vieira